quinta-feira, 12 de abril de 2012

Guardas prisionais denunciam falta de meios e insegurança nas cadeias

12.04.2012-Por:Público
A situação nas cadeias portuguesas não está fácil, a avaliar pelo conteúdo da carta enviada por um grupo de chefes do corpo da guarda prisional ao director-geral da Reinserção e Serviços Prisionais. A missiva, endereçada a 10 de Março, descreve uma aguda falta de meios humanos que, segundo a carta, levantam problemas de segurança graves na gestão das cadeias portuguesas. Os guardas vivem mesmo “com o credo na boca” e alertam para “sinais de crise no sistema prisional, cujo responsável se limita a dizer que “todos os problemas estão a ser resolvidos”.(ler mais)

1 comentário:

Luís Coelho disse...

É fácil dizer que os problemas estão em Stand By. Não são eles que dão a cara nem têm a vida em perigo.

Os grandes estão e andam sempre protegidos. Os pobres são abandonados à sua sorte e quando esses criminosos atacam não têm respeito por nada...